Arquivo de etiquetas: Viagem

“Ó Elvas, Ó Elvas, Badajoz à Vista!”

Ó Elvas, Ó Elvas, Badajoz à Vista!

Assim é reconhecida esta linda cidade Alentejana onde o misto entre comer bem e a natureza nos saúda com o melhor que Portugal tem. É impressionante como podemos ter acesso a zonas tão distintas e com uma beleza tão grande, e o exemplo disso é Elvas, uma das cidades mais bonitas do paraíso Alentejano.

E porquê falar de Elvas? É imperativo falar nesta localidade se queremos conhecer Portugal. O Aqueduto da Amoreira, é uma das obras mais bonitas da engenharia. Esta localidade tem inicio na idade do Ferro e por aqui passaram Celtas, Romanos, Islâmicos e Lusitanos. D. Afonso Henriques toma a cidade de Elvas aos Mouros, contudo, com a derrota em Badajoz, volta a perder esta localidade.

D. Sancho Reconquista Elvas em 1229, e até hoje ficam as marcas de todos os povos que fazem parte da história de Elvas.

Desde a boa comida, ao ar puro que se respira, ao sorriso das pessoas que nos vêm passar com a máquina nas mãos. Um misto de experiências onde podemos relaxar e desfrutar da boa energia de Elvas. Bem perto de Espanha, cerca de 20 minutos de Carro, podemos dar um pulo para abastecer a viatura (A gasolina é mais barata e compensa para a viagem de regresso a casa) e comer um Kebab de Pollo! Em Badajoz temos centros comerciais, MacDonnalds entre outros restaurantes e serviços.

E se falamos em Elvas… Porque não falar em Olivença?

Olivença uma terra que ainda hoje é reivindicada tanto por Portugal como por Espanha, e vamos falar mais especificamente sobre o elo de ligação entre ambos, a Ponte de Nossa Senhora da Ajuda. Também referida como Ponte da Ajuda e como Ponte de Olivença, Localiza-se no Rio Guadiana, vila e concelho de Elvas, Distrito de Portalegre.

Photo 1-11

Actualmente em Ruínas, ligava as localidades de Elvas e Olivença e foi mandada erguer por Manuel I de Portugal para intuitos militares. Foi destruída pelas tropas Espanholas por duas vezes, apesar da sua reparação pela parte dos Portugueses.

Estamos ansiosos por uma nova oportunidade de poder visitar Elvas, e que pelos vistos será daqui a bastante pouco tempo!

O que Comer em Elvas?

Açorda Alentejana, enchidos, vegetais e pratos de Carne com vinho Tinto.

Onde ir?

Mapa oficial da Câmara Municipal de Elvas

Anúncios

Óbidos, Marvão e Monsaraz entre as 25 Aldeias Medievais mais bonitas da Europa.

Segundo a revista VortexMag, Portugal está contemplado na lista das 25 Aldeias Medievais mais bonitas da Europa.

Pode conferir a Listagem em VORTEXMAG

Óbidos #8 Lugar

Terra da Ginja e do Mercado Medieval de Óbidos, Óbidos oferece a quem a visita um explendor de encanto. Um castelo bem conservado, com ruas brancas em forma de labirinto, com a organização bastante peculiar. Podemos vê-la vestida de reis e rainhas, escravos e escudeiros na época do Mercado Medieval, e se gostar de chocolate, pode sempre visitar o Festival do Chocolate de Óbidos.

Pode visitar também a Lagoa de Óbidos:

imagem de: http://portugalfotografiaaerea.blogspot.pt/2015/03/lagoa-de-obidos-praia-da-foz-do-arelho.html

Monsaraz #13 Lugar

Captura de ecrã 2018-03-05, às 00.02.04

De olhos postos no Guadiana, podemos encontrar Monsaraz. Esta Vila Medieval de Xisto e Cal ainda preserva o seu legado Templário.

A localização privilegiada de Monsaraz, situada no topo da colina e com vista sobre o Guadiana e a fronteira com Espanha, tornou-a altamente cobiçada pelos povos que a disputaram. Então de nome Saris ou Sarish, Monsaraz foi conquistada aos muçulmanos por Geraldo Sem Pavor, em 1167, numa incursão militar que saiu de Évora.

D. Afonso Henriques volta a perder o poder de Monsaraz com a derrota em Badajoz, tendo D.Sancho II em 1232 recuperado esta localização aos Mouros com ajuda da Ordem Templária. Foi doada pelo sucesso da reconquista aos Templários e assim permanece bem conservada a sua história através dos tempos.

Pode visitar também o Museu do Fresco de Monsaraz:

museu-do-fresco.jpg

Marvão # 22 Lugar

Captura de ecrã 2018-03-05, às 00.02.32

A localidade foi conquistada aos muçulmanos por D. Afonso Henriques durante as campanhas de 1160/1166, tendo sido novamente tomada pelos mouros na contra-ofensiva de Almansor, em 1190.

Em 1226, D. Sancho II dá foral à população e manda ampliar o castelo.

Em 1299, D. Dinis disputa e apodera-se do castelo, que foi incluído no plano das suas reedificações militares e passou a ter uma grande importância estratégica nas guerras com os castelhanos.

Pode visitar as Caldeiras de Escusa:

Imagem de: http://lasratasdelaire.blogspot.pt/2012/03/espectaculo-en-escusa-marvao.html