Vila d’Óbidos – EXE Hotels

Uma fuga do Stress da Cidade.

Óbidos sempre foi e sempre será um dos destinos em Portugal que nos dá orgulho em divulgar, sendo que é uma das 25 aldeias medievais mais bonitas de toda a Europa! Contudo neste artigo não vamos dar asas ao que temos para dizer da bonita aldeia que habita dentro das muralhas, mas sim do Hotel Vila d’Óbidos do grupo Exe Hotels onde ficamos alojados para uma pequena fuga do stress da cidade.

Vila d'Óbidos - Exe Hotels
Vila d’Óbidos – Exe Hotels – Imagem: Booking.com

O nosso processo de crítica e a nossa metodologia de comentário, tem como objectivo a transparência em questões de higiene, segurança e realidade do que nos é apresentado nas plataformas de venda de reservas. Sempre que necessário advertir para os problemas, e valorizar os pontos positivos, dando assim possibilidade de melhoria dos serviços e produtos comercializados. Não é de todo nosso foco ferir a motivação do proprietário ou grupo empresário, mas sim ajudar a compreender aspectos que são importantes para o desenvolvimento do negócio.

Falando agora no Hotel Exe “Vila d’Óbidos”. Foi vendida a reserva através da Booking.com, com a escolha de um quarto mais caro por ter vista para o Castelo, cama de casal e quarto não fumadores, o que em parte não correspondeu quando fizemos check in apesar de ser um dos quartos mais espaçosos onde já estivemos alojados. Quando chegamos ao Quarto 212, tivemos de imediato de abrir a porta de acesso à varanda porque o cheiro a tabaco era absurdo, e apesar de falarmos na recepção dessa falha, foi-nos indicado que iria uma equipa de limpeza fazer essa intervenção e que de nada resultou porque o cheiro parecia ter ficado impregnado.

Imagens ITW Travel Blog

Ultrapassada a questão do cheiro intenso a tabaco com um bocado de paciência e compreensão, por vezes não há possibilidade de controlo sobre estas questões, tendo sido o principal culpado o anterior cliente por desrespeito a regras do Hotel.

Falemos dos pontos positivos do Quarto:

Os Funcionários bastante prestáveis e o atendimento inicial foi bom e rápido. O Hotel tem muito bom aspecto, a decoração está pensada e bem colocada inspirando o lado artístico e minimalista do cliente. A piscina e o spa são tal como vemos nas fotografias de promoção e foi bastante bom poder usufruir deste serviço sem pagar mais, o serviço de massagens tem de ser por marcação e não estão incluídas no valor da reserva do quarto.

É de facto um bom alojamento para relaxar e sair do stress da cidade, muita natureza, ar puro, bons sítios para saborear a comida e doces regionais. Sem qualquer ruído de noite, obtendo uma excelente noite de sono e um checkout tardio para ficar mais umas horas para descansar até as 14h. Os Produtos de higiene (sabão, gel duche etc) de excelente qualidade, com um aroma bastante agradável.

Uma piscina exterior bastante ampla, e uma piscina interior mais humilde onde nesta foi possível dar umas braçadas.

Vila d'Óbidos - EXE Hotels - zona de Spa, Sauna, Terapia Sal de Gema e Piscina

Os pontos que consideramos negativos, para melhorar:

Para além do nosso quarto estar a Cheirar imenso a tabaco, sendo este para não fumadores, a vista para o castelo que nos foi indicada não era directa. Achamos que este acréscimo de preço não faz qualquer sentido, a vista é para a piscina, para a natureza (o que não é nada negativo) mas não para o castelo, ficando para a direita e tendo a possibilidade de ver outros clientes do hotel sem haver muita privacidade. As condições das paredes do quarto, demonstravam marcas de moveis, sujidade e em algumas partes estava danificada ou sem cuidado.

Sentimos que havia uma falta de atendimento na zona da piscina, não tendo como saber se podíamos utilizar as toalhas ou informações sobre a terapia de Sal de Gema. Acabamos por perguntar a uma senhora das limpezas, que nos respondeu dentro das possibilidades.

A piscina interior era bastante humilde comparada com a exterior, pouca capacidade e a temperatura da água estava bastante abaixo do que esperávamos.

O Pequeno almoço pelas 9:30 já não tinha grande quantidade de produtos, nomeadamente os ovos mexidos e o tradicional Bacon do pequeno almoço Continental.

Pontos fortes que devemos salientar:

O profissionalismo e a educação com que os funcionários nos receberam, a tentativa de resolução dos problemas, a piscina interior e sauna.

Se está a procura de um bom hotel no meio da natureza, simples, com piscina, sauna e um quarto espaçoso virado para a natureza, este é o alojamento indicado para si.

Tendo em conta os vários aspectos apresentados, positivos e negativos, damos a nota 7,9/10 Booking e 7/10 ITW Ranking.

Anúncios

Óbidos, Marvão e Monsaraz entre as 25 Aldeias Medievais mais bonitas da Europa.

Segundo a revista VortexMag, Portugal está contemplado na lista das 25 Aldeias Medievais mais bonitas da Europa.

Pode conferir a Listagem em VORTEXMAG

Óbidos #8 Lugar

Terra da Ginja e do Mercado Medieval de Óbidos, Óbidos oferece a quem a visita um explendor de encanto. Um castelo bem conservado, com ruas brancas em forma de labirinto, com a organização bastante peculiar. Podemos vê-la vestida de reis e rainhas, escravos e escudeiros na época do Mercado Medieval, e se gostar de chocolate, pode sempre visitar o Festival do Chocolate de Óbidos.

Pode visitar também a Lagoa de Óbidos:

imagem de: http://portugalfotografiaaerea.blogspot.pt/2015/03/lagoa-de-obidos-praia-da-foz-do-arelho.html

Monsaraz #13 Lugar

Captura de ecrã 2018-03-05, às 00.02.04

De olhos postos no Guadiana, podemos encontrar Monsaraz. Esta Vila Medieval de Xisto e Cal ainda preserva o seu legado Templário.

A localização privilegiada de Monsaraz, situada no topo da colina e com vista sobre o Guadiana e a fronteira com Espanha, tornou-a altamente cobiçada pelos povos que a disputaram. Então de nome Saris ou Sarish, Monsaraz foi conquistada aos muçulmanos por Geraldo Sem Pavor, em 1167, numa incursão militar que saiu de Évora.

D. Afonso Henriques volta a perder o poder de Monsaraz com a derrota em Badajoz, tendo D.Sancho II em 1232 recuperado esta localização aos Mouros com ajuda da Ordem Templária. Foi doada pelo sucesso da reconquista aos Templários e assim permanece bem conservada a sua história através dos tempos.

Pode visitar também o Museu do Fresco de Monsaraz:

museu-do-fresco.jpg

Marvão # 22 Lugar

Captura de ecrã 2018-03-05, às 00.02.32

A localidade foi conquistada aos muçulmanos por D. Afonso Henriques durante as campanhas de 1160/1166, tendo sido novamente tomada pelos mouros na contra-ofensiva de Almansor, em 1190.

Em 1226, D. Sancho II dá foral à população e manda ampliar o castelo.

Em 1299, D. Dinis disputa e apodera-se do castelo, que foi incluído no plano das suas reedificações militares e passou a ter uma grande importância estratégica nas guerras com os castelhanos.

Pode visitar as Caldeiras de Escusa:

Imagem de: http://lasratasdelaire.blogspot.pt/2012/03/espectaculo-en-escusa-marvao.html