BLOGSPORTUGAL | ITW em Destaque

wordpressbanner-03

O Into the Wild Portugal e o seu Blog #ITWtravelBlog estiveram em destaque na maior plataforma Ibérica de Blogs Blogs Portugal por dois dias consecutivos ocupando o #105 Lugar na Categoria de Viagens a nível nacional!

Partilhamos com os nossos leitores esta grande novidade e agradecemos a todos por nos acompanharem nas nossas viagens!

 

cropped-captura-de-ecracc83-2017-11-28-acc80s-22-58-174.png

https://itwtravelblog.wordpress.com/

 

BOOKING.com | Parceria ITW travel Blog

Booking ITW

Anúncios

Into the Wild PT – Sesimbra

Boa noite caros Colegas de Caminhada!

Hoje vou mostrar um dos vídeos que me fez começar este projecto, e um dos que mais gostei de fazer, pois foi mais uma das aventuras em que estraguei mais um carro…. (Sim eu tenho problemas com carros…). Este video tem como base a pergunta “O que te faz mais correr na vida?” e foi realizado para uma cadeira de Mestrado que estou a realizar no IADE-Eu de Design e Cultura visual.

O que me faz correr na vida são os amigos, caminhar e encontrar-me no meio dos montes e vales, mas neste caso a coisa foi bem diferente.. Desta vez embarquei na viagem completamente sozinho apenas com a mochila e tenda ás costas e dirigi-me para Sesimbra, terra que para mim é bastante importante devido a todo um grande passado que já lá passei. Sinceramente Sesimbra é sem dúvida uma segunda casa para mim.

Simplesmente adoro aquele sítio, cheguei perto das 4 da manhã, como sempre e o caminho sempre foi um misto de pensamento e loucura pela aventura. A próximidade com os Golfinhos Roaz do Sado, com as baías selvagens, as praias quase desertas e um espaço enorme para poder andar e respirar ar puro. Claro que também aconcelho a comida, a marginal de Sesimbra, os hoteis e até as aulas de mergulho que lá se fazem.. É simplesmente suberbo.

Tive um episódio engraçado com um casal que teve a mesma ideia que eu, em ir passar umas horas naquela praia. Deixaram-me uma mensagem na areia para comunicar comigo e foi bastante engraçado porque conheci pessoas fantásticas, num momento onde não esperava encontrar absolutamente ninguém.
Há sem dúvida histórias que ficam quando viajamos sem rumo.